Versão OriginalMenu
Da redação | 3 de Junho de 2017 - 07:30:00

Rally da Safra 2017 avalia lavouras de milho safrinha no MS

Última etapa da expedição percorrerá a região Sul do Estado

A edição 2017 do Rally da Safra, maior levantamento da safra de grãos do Brasil, chega ao final na próxima semana com a avaliação de lavouras no Mato Grosso do Sul e Paraná. A equipe 11 deixará Campo Grande na terça-feira, dia 06, em direção a Dourados, para avaliar lavouras de milho segunda safra em toda a região Sul do estado. Na quarta-feira, os técnicos seguem para o Paraná, onde permanecerão até sexta.

A estimativa da Agroconsult, organizadora do Rally, divulgada na primeira semana de maio, antes da expedição sair a campo, aponta que a segunda safra de milho 2016/17 resultará numa produção de 67 milhões de toneladas, aumento de 49% em relação à safra passada e 23% acima do recorde anterior, alcançado em 2014/15. A tendência, porém, é de alta devido à expectativa de produtividade no Mato Grosso – e também em estados menos tradicionais na produção de milho safrinha, como São Paulo.

A temporada atual se desenvolve num clima melhor do que o do ano passado, marcado pela seca nas principais regiões produtoras do país no período de desenvolvimento da safrinha. A área plantada no país é estimada em 12 milhões de hectares, uma expansão de 10% sobre 2015/16.

“No Mato Grosso, a tendência é que a safra seja recorde no Médio-Norte e no Nordeste. Já as regiões Oeste e Sudeste terão produtividades inferiores a 2014/15”, afirma André Pessôa, coordenador geral do Rally. Já no Mato Grosso do Sul e Paraná, as informações de campo indicam que as lavouras estão se desenvolvendo bem.

Na primeira etapa do Rally da Safra 2017, os técnicos percorreram os principais Estados produtores de soja entre janeiro e março, com oito equipes. A nova etapa, que avalia as lavouras de milho segunda safra, começou no início de maio nos estados de Mato Grosso e Goiás. O período de avaliação foi estendido até junho no Mato Grosso do Sul e  Paraná em razão do alongamento do ciclo da soja observado na safra de verão, que atrasou o plantio do milho safrinha. Por isso, a Equipe 11 foi postergada em duas semanas em relação ao previsto originalmente, para garantir maior precisão na avaliação das lavouras.

Os estados visitados representam 84% da área plantada do milho segunda safra. Ao todo, o Rally da Safra 2017 percorrerá aproximadamente 95 mil quilômetros com as 11 equipes, sendo que, somente na etapa safrinha serão cerca de 15 mil quilômetros.

Organizado pela Agroconsult, o Rally da Safra 2017 chega à 14ª edição com patrocínio do Banco Santander, Bayer, Monsanto, Pirelli, VLI, Volkswagen, Yara e com apoio da Aprosoja MT, Agrosatélite, FIESP, Fundação Agrisus e Impar Consultoria no Agronegócio.

O trabalho das equipes e o roteiro completo da expedição poderão ser acompanhados pelo sitewww.rallydasafra.com.br, com informações atualizadas diariamente no www.twitter.com/RallydaSafra,www.facebook.com.br/RallydaSafra e www.instagram.com/rallydasafra.

Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews