Versão OriginalMenu
Elaine Silva - Especial para Diário Digital | 29 de Setembro de 2017 - 09:59:00

Vencendo o preconceito no mercado de trabalho

Funtrab realiza dia para ofertar vagas de emprego para pessoas com deficiência
Diretor Presidenta Funtrab Wilson Acosta

Como uma grande parte das empresas no Brasil ainda resiste em contratar pessoas com deficiência a Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab) juntamente com os órgãos de encaminhamento para o mercado de trabalho de todo o país promoveram hoje (28) a 4ª Edição do Dia da Inclusão Social e Profissional das Pessoas com Deficiência e dos Beneficiários Reabilitados do INNS, conhecido como Dia D. 

“É uma ação do Ministério do Trabalho realizada em todo o Brasil que visa exatamente promover a inserção desse público no mercado de trabalho. Por mais que exista uma lei de obrigatoriedade por parte das empresas terem funcionários com deficiência, ainda a muito preconceito”, afirma o Diretor Presidente da Funtrab Wilson Acosta, que ainda reforma; “Se houvesse uma fiscalização nas empresas a maioria estaria contratada. A nossa maior preocupação não é eles serem encaminhados, mas sim, eles permanecerem na empresa”.

A Gerente de Recursos Humanos, da Empresa Rotele, Helen Guiesa relata que é difícil conseguir funcionários para as vagas. “Eu já coloquei anúncio em jornal por uma semana, mas dos currículos que eu recebi, poucos eram de pessoas com deficiência. Muitas vezes ele não tem acesso, mas agora estamos aqui em busca de dois funcionários para completar o nosso quadro, pois já temos dois empregados portadores de deficiência”, afirma Helen.

Na Funtrab estão presentes durante o dia 22 empresas, com mais de 70 vagas. “Passamos a semana toda fazendo o contato. Vai um dia todo colocando eles com as empresas, já  estão realizando processo para sair encaminhados”, afirma Wilson.

Essa situação aconteceu com Eder Túlio Pereira Bezerra, de 27 anos,  que está desempregado a oito meses. “Eu não sabia do Dia D eu tinha vindo fazer a carteira de trabalho, e depois eles me ligaram falando dessa oportunidade”, afirma Eder. Já Marcelo de Araujo da Silva, de 24 anos,  estava  a procura de emprego sempre indo até a Funtrab, quando foi informado no próprio local, sobre o dia. “É muito bom, sempre insisti em procurar emprego, porém não conseguia e hoje estamos aqui em dia do nossa”, relata Marcelo. Ambos os candidatos já por entrevista e aguardam ser chamados para pelo processo de outras empresas.

Lei  - Por lei a empresa tem que cumprir uma cota de funcionários com deficiência. De 100 funcionários a 200 a empresa tem que 2% de colaboradores com deficiência, e o vai aumentando até passar de mil. As cotas variam de 2% até 5%.

Candidatos -  O candidato precisa compareceu no prédio da Funtrab, localizada na rua 13 de maio, nº 2773, Centro, até as 17h de hoje (29), com  a Carteira de Trabalho, RG, CPF e no caso de beneficiário reabilitado, levar também o certificado emitido pelo INSS.

 

Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews