Versão OriginalMenu
Laureano Secundo | 6 de Janeiro de 2018 - 07:00:00

Construção civil pede mais financiamento

Retomada do crescimento em 2017 animou empresários do setor em MS
Empresários da construção civil esperam por mais investimentos do Governo

“Estamos otimistas para 2018, mas o grande problema que nos afeta é a falta de recursos para financiamento, principalmente nos pequenos varejos que vendem muito para imóveis do Minhas Casa Minha Vida ou para quem comprou e precisa fazer uma reforma, ou ampliar”. Foi o que afirmou o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Materiais de Construção de Campo Grande (Sindiconstru-CG), Fabiano Lopes ao comentar sobre as perspectivas para o setor em 2018.

“ No segundo semestre do ano passado, houve uma pequena melhora, a economia reaqueceu e com a queda dos juros, o pessoal começa a tirar dinheiro de aplicação para investir na construção”. Avaliou Lopes ao comentar que o setor da construção civil de Mato Grosso do Sul deve apresentar pequena reação no consolidado de 2017, com crescimento de até 1%. Esta reação depende essencialmente de recursos para financiamento para que possa retomar o crescimento,.

De acordo com os Indicadores Imobiliários Nacionais, da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC), o setor apresentou melhora ao final do terceiro trimestre deste ano, em relação a igual período de 2016.

Desde 2016, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), por meio da sua Comissão da Indústria Imobiliária (CII), tem divulgado, trimestralmente, os principais dados referentes ao mercado imobiliário de lançamentos residenciais, consolidados em 22 regiões de análise em todo o Brasil. O indicador foi desenvolvido com o intuito de apoiar pesquisas existentes nas entidades associadas à CBIC, consolidando dados com uma metodologia nacional.

 

Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews