Versão OriginalMenu
Da redação | 30 de Novembro de 2017 - 07:42:00

Delegações agradecem governo do Estado e comemoram volta dos Jogos da Melhor Idade

324 homens e 286 mulheres inscritos nos Jogos estarão envolvidos até o próximo sábado nas disputas

Com a participação de 620 atletas com mais de 60 anos de 20 municípios do Estado, os Jogos da Melhor Idade foram retomadas após três anos. Na abertura da competição na noite desta quarta-feira (29), o governador Reinaldo Azambuja destacou a importância do evento para a qualidade de vida dos idosos. “Para nós é um orgulho muito grande trazer de volta o que um dia foi paralisado, a continuidade desses Jogos é muito importante pelo que vocês significam para cada um de nós, a história, a colaboração, essa energia”, comentou o governador.

Os 324 homens e 286 mulheres inscritos nos Jogos estarão envolvidos até o próximo sábado nas disputas nas modalidades de bocha, dama, dança de salão, dominó, malha, natação, sinuca, tênis de mesa, truco e voleibol adaptado.

A volta dos Jogos da Melhor Idade é resultado do esforço conjunto do Governo do Estado e Assembleia Legislativa, com o apoio da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). A coordenação é da Fundação de Desporto e Lazer (Fundesporte), com a parceria das secretarias de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), de Cultura e Cidadania (SECC) e de Governo e Gestão Estratégica (Segov).

O presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, destacou que os Jogos da Melhor Idade, nessa nova versão não se limitam às disputas entre as equipes. “Nesse ano trouxemos uma novidade, que é a solidariedade. O município que trouxer maior número de brinquedos vai ganhar um kit de material esportivo, para fazer a alegria das nossas crianças carentes. Além disso, os Jogos promovem a integração entre os vários centros de convivência de idosos que temos no Estado”, pontuou.

Também presente no evento, o deputado estadual Renato Câmara, coordenador da Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, da Assembleia Legislativa, enfatizou a sensibilidade do governador Reinaldo Azambuja em atender um pedido dos idosos. “Fizemos 16 audiências públicas e o pedido número um foi a volta dos Jogos da Melhor Idade, e o governador nos atendeu e a Fundesporte está trazendo de volta essa competição”, comentou.

Representando a Câmara de Vereadores de Campo Grande, o vereador Valdir Gomes, que durante 11 anos coordenou o Centro de Convivência Vovó Ziza, na Capital, elogiou o governador Reinaldo Azambuja pela decisão de retomar os Jogos da Melhor Idade. “De todas as importantes obras que o senhor fez governador, esta de hoje é ímpar, não só pela valorização do idoso, mas pelo respeito por essas pessoas que fizeram muito por esse Estado. Por isso, só temos a agradecer governador”, disse o vereador em seu discurso.

Na abertura dos Jogos da Melhor Idade, na sede campo do Rádio Clube da Capital, a volta da competição foi especial para dois competidores históricos. Uma delas é Geni de Paula Moreira, de 76 anos, integrante da equipe da Vovó Ziza. Ela participou dos Jogos desde a sua primeira edição. Campeã estadual de bocha e pentacampeã na modalidade dama, ela conduziu a tocha olímpica. “É a realização de um sonho, estou muito feliz com a volta dos Jogos”, declarou. O outro é Heraldo Ferreira, de 81 anos. Militar aposentado e professor de educação física, faz parte da equipe da Universidade da Melhor Idade (UMI). Coube a ele a responsabilidade de fazer o juramento. “Estou muito feliz com a volta dos Jogos, que participo desde o início e que durante três anos ficamos sem”, afirmou.

Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews