Versão OriginalMenu
Da redação | 10 de Fevereiro de 2018 - 12:31:00

Detran intensifica Operação Lei Seca durante o Carnaval

Ao todo 33 agentes do Detran-MS e 236 policiais militares realizarão ações educativas

 Agentes de fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS), juntamente com o efetivo do Batalhão da Polícia Militar de Trânsito (Bptran), dão início nesta sexta-feira (9.2) a operação Lei Seca nos municípios de Bonito, Bodoquena, Corumbá, Ladário e Campo Grande.

Ao todo 33 agentes do Detran-MS e 236 policiais militares realizarão ações educativas e de fiscalização até a quarta-feira de Cinzas (14).

O responsável pela assessoria militar do Detran-MS, coronel José Amorim Longatto, ressalta que as equipes atuarão para reduzir o número de pessoas que ingerem bebidas alcoólicas e dirigem. “As ações têm como foco o combate à embriaguez no trânsito, que tende a aumentar em decorrência do carnaval. Assim como as demais infrações como por exemplo, a falta do uso do cinto de segurança”, conclui.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o motorista flagrado conduzindo sob efeito de álcool ou que se recusar a fazer o teste do bafômetro será multado em R$ 2.934,70. No caso de reincidência no período de 12 meses, a pena será aplicada em dobro, ou seja, R$ 5.869,40, além da cassação da CNH por dois anos.

Nos testes com resultado superior a 0,34mg/l, a situação vira crime de trânsito. A punição nesses casos é detenção de seis meses a três anos, pagamento de multa, recolhimento da habilitação e suspensão do direito de dirigir por até um ano.

“A orientação aos motoristas que vão participar da folia é prudência e responsabilidade, essas são as palavras-chave para o período de carnavalesco. A segurança é fundamental para que o condutor evite acidentes e venha colocar em risco a própria vida e a vida de outras pessoas. O intuito da Operação Lei Seca é preservar vidas com medidas preventivas”, afirma Roberto Hashioka, diretor-presidente do Detran-MS.

Trânsito Seguro - O Detran-MS alerta, ainda, para a importância do uso do cinto de segurança, do capacete com abotoadura completa e viseira, controle de velocidade conforme sinalização para os percursos sinalizados e, principalmente, a adoção do chamado “motorista da rodada”, método que possibilita ao proprietário se divertir nas festas, mas tendo outra pessoa responsável pela condução do carro.

Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews