Versão OriginalMenu
Elaine Silva - Especial para Diário Digital | 10 de Janeiro de 2018 - 11:58:00

Guarda ferido faz secretário pedir armamento

Crime aconteceu durante essa madruga, 10 de janeiro, na Praça dos Imigrantes

Após um guarda municipal de 34 anos, ser esfaqueado mais de 10 vezes no rosto e tórax durante rondas na Praça do Imigrante, em Campo Grande, nessa madrugada, 10 de janeiro, o secretário municipal Valério Azambuja reforçou a importância dos Guardas Municipais andarem armados. "É uma coisa já luto há algum tempo. Atualmente temos 10% do efetivo armado, queremos que esse número aumente. O incidente que aconteceu nessa madrugada só reforça a importância da nossa luta", relata o secretário.  

 “O guarda municipal estava realizando rondas com mais três companheiro, quando avistaram um individuo deitado na praça. Ao realizar a abordagem, o autor, aparente drogado, agrediu o guarda. Da guarnição apenas dois estavam armados. Se o guarda estivesse armado ele teria como se defender. Como eu vou colocar patrulhas se eles não conseguem nem proteger a própria vida", relata o Azambuja.

Ao ser contido pelos outros agentes o autor do crime Vinicius Costa Marques Cardozo, 18 anos, desmaiou e foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Coronel Antonino. Já o guarda municipal foi encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande, onde recebeu atendimento médico e foi liberado.

Vinicius  foi liberado está manhã e foi preso em flagrante por tentativa de homicídio, sendo encaminha para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro.

O secretário ainda tem uma reunião marcada as 17h para que tentar que cerca de 200 guardas possa andar  com armas, com revólveres calibre 38 e 12, ou até mesmo pistolas de choque que são ilesas. 

Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews